COMPREHENSIBLE INPUT: Desbloqueando o Potencial de Aprendizado de Idiomas

A busca pelo aprendizado de um novo idioma pode ser tanto desafiadora quanto recompensadora. Muitas vezes, encontramos métodos e teorias que prometem nos levar à fluência rapidamente, mas poucos são tão fundamentados e comprovados quanto o conceito do Comprehensible Input. 

Desenvolvido pelo renomado linguista americano Stephen Krashen na década de 70, essa teoria revolucionou a forma como vemos o processo de aquisição de línguas estrangeiras. Neste artigo, vamos explorar o poder do Comprehensible Input e como ele pode ser seu aliado na jornada para dominar o inglês e qualquer outro idioma.

O que é o Comprehensible Input?

Imagine estar imerso em um ambiente onde todos ao seu redor falam um idioma desconhecido para você. Parece intimidador, não é mesmo? O Comprehensible Input propõe que, para adquirir uma nova língua de maneira eficiente, precisamos nos expor a um input compreensível, ou seja, a uma linguagem que possamos entender, mesmo que em um nível inicial. É através desse tipo de exposição que nosso cérebro começa a assimilar a nova língua de forma natural, assim como fizemos quando éramos crianças aprendendo nossa língua materna

A teoria da aquisição de Krashen

Stephen Krashen desenvolveu a teoria da aquisição de segunda língua, que se baseia em cinco hipóteses inter-relacionadas. A principal delas é a hipótese do Comprehensible Input, que afirma que a aquisição de uma língua ocorre quando somos expostos a mensagens compreensíveis que estão um pouco além do nosso nível atual de conhecimento. Essas mensagens devem ser interessantes e relevantes, despertando nossa atenção e motivando-nos a compreender e absorver o conteúdo.

Input Compreensível na Prática

Para aplicar o Comprehensible Input ao aprender inglês, por exemplo, é essencial buscar recursos que sejam adequados ao seu nível de proficiência. Comece com materiais simples, como livros infantis, histórias fáceis e podcasts direcionados a alunos iniciantes.

À medida que seu conhecimento se expande, vá aumentando gradualmente a complexidade dos materiais, sempre mantendo um equilíbrio entre o desafio e a compreensibilidade.

A Importância do Contexto

Uma das características fundamentais do Comprehensible Input é a contextualização. Ao sermos expostos à linguagem dentro de um contexto significativo, nosso cérebro consegue fazer conexões e aprender de forma mais eficaz. 

Portanto, é recomendado buscar recursos que abordem situações cotidianas, diálogos e histórias que nos permitam assimilar a língua estrangeira de maneira natural e prática.

Diversifique Suas Fontes de Input

Além de livros e podcasts, existem muitas outras formas de receber Comprehensible Input. 

Assistir a filmes e séries com legendas, participar de grupos de conversação e utilizar aplicativos de aprendizado de idiomas são excelentes maneiras de se expor a um input compreensível. 

A variedade de fontes de input ajudará você a desenvolver diferentes habilidades, como compreensão auditiva, leitura e expressão oral.

Conclusão

O Comprehensible Input é uma abordagem simples e eficaz para aprender um novo idioma. 

Ao nos expormos a uma linguagem compreensível, relevante e contextualizada, permitimos que nosso cérebro processe a informação de forma natural, assimilando a nova língua de maneira orgânica. 

Portanto, se você deseja embarcar em uma jornada de aprendizado do inglês ou de qualquer outro idioma, lembre-se do poder do Comprehensible Input. 

Abra-se para novas experiências linguísticas e descubra um mundo de possibilidades que se abrirá diante de você.

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *